Translate

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Wellington Goes - FORÇA ATIVA

Primeiramente quando vc fala de “intelectual orgânico” citando Gramsci nesse contexto é distorcer o autor que estava pensando em revolução social e não em políticas sociais, no mínimo pra entender o porque Gramsci parte da visão do intelectual orgânico, até onde sabemos este foi um grande revolucionário que trazia atona a questão da revolução por meio da derrubada violenta do Estado e não como foi distorcido aqui no Brasil onde nos apresenta um Gramsci liberal como o PT e o PC do B nos apresentou.
Segundo que o hip hop é movimento, e naõ cultura, uma vez que quando pensamos em cultura pensamos num contexto muito mais geral, onde um povo produz e organiza e reproduz modos e estilos de vida, portanto, o hip hop pode ser um elemento da diáspora africana dentro desta cultura de matriz africana, não dá para tratar como cultura num sentido amplo…
Terceiro que discutir liberalismo ou neo liberalismo é um campo bem contraditório, lembremos que o partido que vc participa o PC do B de comunista não tem nada e sempre fechou com o PT partido que está gerenciando o estado a favor da burguesia…
De resto uma salada só, não vou entrar na discussão sobre coisas citadas no texto como esquerda, movimentos etc, uma vez que pra fazer essas discussão de fôlego primeiramente tem que limpar o terreno da influência do stalinismo nesses partidos, nos próprios movimentos, limpar os vícios de um esquerdismo caduco, de disputa eleitoral, de gabinete etc,.
No mais, resquícios de sofismos, canto da sereia que não leva a nada…

Nenhum comentário: