Translate

sábado, 22 de junho de 2019

TAPECEIROS SP



RAPPER PIRATA


O governo Dória barra Covas demonstra se ineficiente, isso é a antítese da essência do discurso deles, ser eficiente como uma empresa, só esquecem que empresas têm sua falência também.

A prefeitura de São Paulo com seus secretários da fazenda e governos fizeram em três anos uma economia de R$ 10 bilhões para os cofres públicos, para que essa fortuna? Ela não é oriunda de privatizações prometidas, e sim de pagamentos dos cidadãos pela via de impostos na lógica de viabilizar a gestão da cidade. Para mascarar a dinheirama o governo paulistano vocífera na mídia de massa as tais crises e congelamentos, algo superado desde 2008. Para lógica administrativa do estado liberal eficiência é saber gastar a grana pública com políticas ideais que creem o tal grupo no poder crê serem viáveis aos cidadãos, e não ter grana em caixa. O direcionamento do orçamento público é politico.

O plano de governo da prefeitura em quatro anos, que fora o menor da história atual, tem somente 53 metas. Se analisamos com mais criticidade perceberemos que ações efetivas necessárias, se abaixaria para uma vintes poucas. Ele é plano de metas com muitas propostas tipo plataformas virtuais, motivação de público, mobilidade e outras coisas fáceis de se realizar, mesmo assim não realizaram até agora. Essa gestão se finaliza agora em agosto, pela lógica econômica, porque a PLDO 2020 já está sendo elaborada.

Eles não tem mais tempo de concretizar as obras estruturais, assim tornam se tapeceiros de obras virtuais para colocar a sujeira que fizeram.

Se contabilizarmos a imobilidade de realização politica do PSDB e parceiros políticos perceberemos um número de trocas como Coordenadoria da Juventude, Secretaria da Assistência Social, Direitos Humanos, Subprefeituras, Secretaria de Cultura, Secretária de Justiça, Secretaria de Esporte, isso acaba sucateando a finalidade desses órgãos públicos, que é servir o cidadão paulistano. Então temos a não efetivação de políticas para o convívio da cidade exemplos: Diminuiriam os direitos da locomoção em transporte público, geram dificuldade na participação cidadã na gestão, fazem atrapalhadas na merenda escolar, fecham Centro de idosos, tiraram os direitos previdenciários do funcionarismo público, locam viadutos e outros espaços públicos para exploração de capital, entre outras coisas.

Parece piada pronta ter um prefeito chamado Covas.

Nenhum comentário: