Translate

segunda-feira, 30 de março de 2015

RAPPER PIRATA CAMPANHA CONTRA O GENOCIDIO DA JUVENTUDE NEGRA

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

domingo, 29 de março de 2015

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMENTO...

o MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMEN...

o MÊS DO HIP HOP: DE LAS CALLES PARA AS RUAS – SALVE! ABDIAS DO NASCIMEN...


segunda-feira, 23 de março de 2015

Melhores do Hip Hop recebem Prêmio Sabotage na Câmara

JELDEAN SILVEIRA DA REDAÇÃO A Comissão Extraordinária Permanente dos Direitos da Criança, do Adolescente e da Juventude realizou a primeira edição do Prêmio Sabotage na noite desta sexta-feira (20/3). Foram premiados os melhores artistas do Hip Hop que atuam na Capital. Os indicados das categorias Melhor DJ, Melhor MC, Melhor Grafiteiro e Melhor Break Boy… Ler mais »

Comissão aprova requerimento para realização do Prêmio Sabotage

Vereadores da Comissão de Educação deliberam sobre projetos da pauta             Foto: André Bueno/CMSP DA REDAÇÃO A Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara municipal aprovou na reunião desta quarta-feira (24/9) um requerimento que solicita à Comissão Extraordinária de Juventude e à Mesa Diretora a realização do Prêmio Sabotage…. Ler mais »

Fórum de Hip Hop reivindica cumprimento de leis em audiência pública

Fórum reuniu grupos e coletivos ligados ao movimento Hip Hop na Capital                      Foto: Ricardo Rocha / CMSP  DA REDAÇÃO A Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal, sob a presidência do vereador Reis (PT) e com participação dos vereadores Jean Madeira (PRB) e… Ler mais »

Semana de hip-hop debate rádios comunitárias na Câmara

RenattodSousa A quarta Semana da Cultura Hip-Hop de São Paulo chegou nesta sexta-feira à Câmara Municipal com o debate “Da imprensa negra ao hip-hop: do fim das rádios comunitárias à migração para a comunicação virtual”. Segundo Pirata, rapper e um dos organizadores da semana, o tema é de muita importância para o movimento, que utiliza… Ler mais »

SMPP realiza a Semana da Cultura Hip Hop de 2012

Da redação Domingo, 04 Março 2012 – 09:29   Semana da Cultura Hip Hop – Ouça o boletim by radiowebcamarasp   A Secretaria de Participação e Parceria (SMPP) junto com a Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Municipal de Educação e com o apoio do Fórum de Hip Hop Municipal, instituído pela Lei municipal 14.485/2007, realiza… Ler mais »

Fórum de Hip Hop reivindica cumprimento de leis em audiência pública

2014-10-10-AP-Educao-Hip-Hop-15
Fórum reuniu grupos e coletivos ligados ao movimento Hip Hop na Capital                      Foto: Ricardo Rocha / CMSP 
DA REDAÇÃO
A Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal, sob a presidência do vereador Reis (PT) e com participação dos vereadores Jean Madeira (PRB) e Toninho Vespoli (PSOL), realizou na noite desta sexta-feira (10/10) uma audiência pública para discutir a efetivação e manutenção das leis municipais que tratam do Hip Hop.
O Fórum Hip Hop (espaço de debates entre militantes do movimento) reivindicou ao legislativo que se cumpra as leis de fomento existentes. De acordo com André Luiz (mais conhecido como rapper Pirata), um dos organizadores do Fórum, a ‘Semana Hip Hop’ — que se tornou lei há dez anos — só acontece graças às cobranças do movimento.
“A cidade de São Paulo têm leis e projetos de leis voltados para o Hip Hop e nós do Fórum percebemos isso, mas a questão é o cumprimento delas. A própria Semana do Hip Hop só acontece porque nós estamos há dez anos brigando. Já o Prêmio Sabotage, por exemplo, que também é lei, não acontece”, revelou André Luiz, mais conhecido como rapper Pirata.
Para Gil Marçal, diretor de cidadania cultural da Secretaria municipal de Cultura, já foram feitas cobranças junto à Câmara para execução do Prêmio Sabotage, criado através do Projeto de Resolução nº2/2005. “A secretaria já manifestou publicamente seu apoio ao prêmio e está disponível para colaborar com sua realização”, afirmou.
“Nós notificamos a presidência da Casa e também encaminhamos a questão para a Comissão da Criança e do Adolescente. O prêmio foi aprovado em 2008 e até hoje não foi executado. Nós precisamos saber o motivo”, explicou Reis. O parlamentar também falou sobre projetos de leis que estão parados na Casa.
“Alguns projetos reclamados pelo Fórum são de autoria de vereadores que já não se encontram na Câmara e, portanto, estão arquivados. Temos que encaminhar para ver se algum parlamentar se interessa pelos textos e desta forma os projetos voltem a tramitar”, finalizou o vereador.
(10/10/2014 – 21h02)

quinta-feira, 5 de março de 2015

SEMANA DO HIP HOP E A DEMOCRACIA

NANDO COMUNISTA
FORUM HIP HOP MSP – NUCLEO CULTURAL FORÇA ATIVA – SOCIOLOGO – RAPPER – PROFESSOR DA REDE PUBLICA.
A democracia, para Norberto Bobbio, caracteriza-se pela constituição pactuada de um conjunto de regras fundamentais que estabelecem quem está autorizado a tomar decisões coletivas e com quais procedimentos. Tais regras são denominadas por Bobbio como universais processuais. A lei que origina a Semana do Hip Hop reafirma a participação dos atores do Movimento Hip Hop. Nesse sentido as pessoas que foram até a Secretaria Municipal de Cultura sabe muito bem que não foi o Fórum Hip Hop Municipal - SP que organizou a Semana do Hip Hop e sim o Poder Executivo.
Não concepção de participação sem passar chapéu para viver de miséria, ou dos recursos dos contribuinte que gira em torno de 50 bilhões. As pessoas que se fizeram presente estavam em condições do exercício democrático da participação popular que obedeciam os seguinte critérios: 
1) todos os cidadãos que tenham alcançado a maioridade etária sem distinção de raça, religião, condição econômica, sexo, devem gozar de direitos políticos; 
2) o voto de todo o cidadão deve ter igual peso; 
3) todos aqueles que gozam dos direitos políticos devem ser livres para votar; 
4) devem ser livres também no sentido de que devem ser colocados em condições de escolher entre diferentes soluções; 
5) seja para as eleições, seja para as decisões coletivas, deve valer a regra da maioria numérica; 
6) nenhuma decisão tomada por maioria deve limitar os direitos da minoria.
A Semana do Hip Hop foi construída na concepção clássica de Democracia Participativa!!!

forumhiphopeopoderpublico.blogspot.com


terça-feira, 3 de março de 2015

PM envolvida em mortes de negros jovens e pobres

ATÉ QUANDO O GENOCÍDIO VAI PARECER NATURAL?