Translate

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

COMITÊ CONTRA O GENOCÍDIO DA JUVENTUDE PRETA, POBRE E PERIFÉRICA

COMITÊ CONTRA O GENOCÍDIO DA JUVENTUDE PRETA, POBRE E PERIFÉRICA

– ATA DA REUNIÃO DE PLANEJAMENTO 2014 - 08/02

Priscila Costa (Fórum de Hip Hop MSP) – priscilahystera@gmail.com - 984671065

Miguel (Fórum de Hip Hop MSP) – Miguel_elara@hotmail.com - 981440473

Rapper Pirata Fórum de Hip Hip MSP) – rapperpirata@gmail.com - 982162160

Titto (Fórum de Hip Hop MSP/ Força Ativa) - tito1fantasma@yahoo.com.br -

981110851

Bia Sankofa (Força Ativa) – bia.ncfa@yahoo.com.br - 951560057

Terno MC (Fórum de Hip Hop MSP/ Coletivo Perifatividade) – ternopb@gmail.com –

970482249

Diego Soares (Fórum de Hip Hop MSP/ Coletivo Perifatividade) -

die.editor@gmail.com - 958795512

Costa (Unegro/SOS Racismo) – 08007733886/997135190

Ailton Santos (Periferia Ativa) – jailton@usp.br - 954913594

Fuca – cailinhos@hotmail.com - 59317378

Andreia (PSOL) – dedeia.andreialima@yahoo.com.br

Arilton Soares (PSOL) – ariltonsoares@yahoo.com.br - 964379814

Guilherme Guedes (PCB) – guilherme1@gmail.com - 982640105

Vanessa (Oposição APEOESP Itaquera) – nessalela@gamial.com - 992025940

Gutemberg – Gutemberg.fotofilmegem@yahoo.com.br

Ieda Ferreira – iedaf1@hotmail.com – 9643313130

Bruna Laservicius – bruna.lasevicius@yahoo.com.br - 975480564.

Comunicação: articulação/assessoria com “grande mídia”, mídia alternativa,

administração das páginas nas redes sociais, blog e site. (Pirata e Fuca)

Mobilização: articulação com as entidades no território (trabalho de base). (Priscila,

Chico, Titto, Vanessa e Dennis).

Institucional: assessoria jurídica, documentação, pesquisa, articulação, comunicação

institucional e finanças. (Miguel, Arilton, Costa, Ailton)

ÿ 21/03 Dia Internacional Contra a Discriminação Racial *

ÿ 08/03 Dia Internacional da Mulher (proposta nova, entra na discussão

do dia 22/02) – Dennis, e proposta de descentralização para as regiões –

Vanessa.

ÿ 12/05 Dia da Falsa Abolição (Marcha Noturna) *

ÿ 10, 11, 16/06 – Agenda das manifestações contra a copa (Congresso da

FIFA no Anhembi e “inauguração” da copa) Inserido para o dia 22/02 –

Arilton e Dennis.

ÿ 25/07 O Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha

ÿ 02/10 Massacre do Carandiru – Apresentada, discutida e aprovada na

agenda em 8/02.

ÿ 20/11 Dia Nacional da Consciência Negra * (Passa para rediscussão em 22/

02, temos problemas políticos quanto a Marcha unificada). Há propostas

de descentralização para as regiões. – Titto, ou pactuar com as duas

propostas – Chico.

ÿ 10/12 Dia Internacional dos Direitos Humanos

*calendário tradicional do Movimento Negro

Institucional

ÿ Políticas Públicas de Juventude não Efetivadas no Município (GT junto à

Subcomissão de Juventude da Câmara)

ÿ Fim da Operação Delegada (Reunião com Haddad)

ÿ Audiências Públicas Descentralizadas (Articulação com a Defensoria Pública

Estadual)

Mobilização e Institucional

ÿ Núcleos Territoriais (Mapeamento das Entidades e Articulação Institucional) –

Passa por rediscussão em 22/02

ÿ Cartilha de Abordagem Policial (Articulação com a Defensoria Pública Estadual

e com o Centro Cultural da Juventude) - Passa por rediscussão em 22/02

Mobilização, Institucional e Comunicação

ÿ Audiência Pública Estadual – O GT Institucional está aguardando resposta do

Prof. Gustavo Venturi (ex. DATAFOLHA) quanto ao melhor período visando

impacto social e desgaste político, de acordo com os consensos fechados após

o seminário de 2013.

Comissão para construção de curso de formação sobre a gênero

(Vanessa, Priscila, Costa e Ieda) – Demanda apresentada, discutida e

aprovada em 8/02

BANDEIRAS DE LUTA 2014

1 - Encarceramento em Massa

2 - Procedimentos em hospitais que recebem feridos em confronto

3 - Indenizações e apoio a familiares e vítimas fatais ou não.

4 - Apurações do funcionamento de grupos de extermínio

5 - Acesso a informação e produção de dados

6- Elucidações das chacinas e mortes e punição aos possíveis policiais

envolvidos.

7 - Comissão mista para desenvolver propostas para a redução da letalidade

8 - A retirada dos autos de resistência

9 - Garantia de segurança para a denúncia

10. Autonomia do IML

11. Independência e fortalecimento da Ouvidoria da Polícia

Eixos em vermelho estão momentaneamente fora da agenda 2014 e serão

discutidos novamente em 22/02

O que muda, organizativamente falando, no Comitê?

O modelo de frente, onde as entidades que assinam o documentos passam a

integrar o Comitê, caiu. As entidades passam a fazer parte do Comitê através

da participação nos GT’s. Entidades que fazem trabalhos pontuais ou só

apoiam a causa são consideradas entidades apoiadoras. A política quanto as

entidades vale também para os partidos políticos, fóruns e etc.

Essa mudança na organização do Comitê é baseada no consenso, podendo

ser revogada antes da formalização organizativa, onde passará novamente por

discussão, no que seria nosso I Congresso.

Pautas para 22/02

GT’s

Comunicação – Precisa de gente, caso não consigamos, precisamos migrar

gente pra lá.

Mobilização – Caíram duas das três tarefas da agenda, precisa tentar se

reunir antes do dia 22/02. O que substitui os núcleos territoriais? Iremos

reimprimir a cartilha do CEDECA Sapopemba? Precisamos de uma proposta

de mobilização para a agenda de atos, é possível viabilizar as novas datas?

Institucional – Tem reunião marcada para amanhã, 17/02, no GTNN às 19h.

Irá se discutir o plano de trabalho com base nas atribuições básicas, a posição

quanto as novas propostas de atos na agenda do ano, o programa aprovado

em 8/02, a posição quanto ao que saiu da agenda para rediscussão em 08/02.

O Institucional precisa viabilizar os retornos dos contatos para atualização

do status dos eixos que estiveram na pauta da agenda de 2013 (primeiro

semestre) com o MPF, SEJ, DP (aguardando retorno da Daniela Skromov).

O Kilombagem solicitou a inserção das articulações com a Defensoria (curso

de formação e núcleos territoriais) e com a SME (ocupação dos Céus) na pauta

do dia 22/02.

Política interna – Mantemos consenso? Podemos avançar para a discussão

sobre a formalização do processo?

Nenhum comentário: