Translate

quarta-feira, 24 de outubro de 2012


Ata enviada pelo Danilo Maes Sarau de MaioSalve Compas!  No blog do forumhiphopeopoderpublico.blogspot.com

Na última terça-feira (17/10) nós realizamos uma Reunião Unificada no Sindicato dos Advogados de SP. Convocada por diversos movimentos e pessoas preocupadas com o grau de intensificação do Genocídio nas quebradas de todo o estado, frente a um novo feriado sangrento, foi chamada a reunião com dois objetivos básicos:

1 - Pensar em medidas urgentes para acolher e fortalecer as Famílias de vítimas recentes;

2 - Pensar em propostas de curto, médio e longo prazo visando a maior e melhor Unificação das diversas iniciativas formadas nos últimos tempos contra o Genocídio.


Com um relativo atraso, segue uma breve ATA do que foi discutido e de algumas propostas indicadas pelo encontro. Acima estão listados e-mails das pessoas que estiveram presentes e, nalguns poucos casos, pessoas que mesmo sem estarem presentes mandaram um Salve justificando ausência e/ou manifestaram já interesse em somar.

LEMBRANDO QUE SE TRATA DE UMA ATA INDICATIVA (E NÃO DELIBERATIVA) QUE DEVE SER COMPLEMENTADA POR TODOS; LEMBRANDO TAMBÉM QUE FOI TIRADO O COMPROMISSO DESSA SOCIALIZAÇÃO, BEM COMO A INCLUSÃO DOS E-MAILS ACIMA NO E-GROUP contraogenocidio@googlegroups.com E NOS GRUPOS JÁ CRIADOS NO FACEBOOK, VISANDO APRIMORAR NOSSA REDE E COMUNICAÇÃO:


- Em relação aos casos recentes, escutamos o relato da situação do caso de Cássio Luan, assassinado no final de setembro em Itaquera; escutamos também o relato da situação na região do Inocoop Campo Limpo após a chacina que acabou matando o MC Daniel Gabu e o jovem Pedro, e ferindo outras pessoas gravemente; recebemos relatos de casos recentes no Morro do São Bento na Baixada Santista, reforçando-se a gravidade da situação por lá.


- Sobre as maneiras de fortalecer imediatamente essas famílias foram levantadas algumas possibilidades que vão de 1- Acolhimento e Apoio Psicológico imediato às famílias; 2- Apoio nos rituais que as famílias estejam de acordo e já envolvidas; 3 - Produção  de camisetas em homenagem e resgate/preservação da História dos nossos mortos; 4- Apoio nos encaminhamentos jurídicos, com o suporte da Defensoria; 5- Eventual apoio na denúncia junto à imprensa. ISSO TUDO SEMPRE A PARTIR DA DECISÃO E AVAL DAS FAMÍLIAS SOBRE A FORMA E O TEMPO DE AGIR. Algumas pessoas se dispuseram a fortalecer essa frente, dentre elas Tito (Força Ativa), Eduardo Godoy (Elo da Corrente), Haydée Fiorino (Construção Coletiva), Danilo Dara (Mães de Maio), Fábio Nassif (Psol) etc etc.

- Passamos a um momento de diversas ANÁLISES E PROPOSIÇÕES sobre o contexto atual:

- O QUÊ PODEMOS E DEVEMOS FAZER JUNT@S IMEDIATAMENTE FRENTE À INTENSIFICAÇÃO DO GENOCÍDIO EM SÃO PAULO?!

- COMO UNIFICAR MAIS E MELHOR AS DIVERSAS INICIATIVAS CONTRA O GENOCÍDIO DA JUVENTUDE NEGRA, POBRE E PERIFÉRICA DE SP?

- Em primeiro lugar foram listadas dezenas de iniciativas recentes que vem sendo articuladas em São Paulo, com a finalidade semelhante de Resistência ao Genocídio Negro, Popular e Periférico: Comitê Contra o Genocídio da População Negra, Rede 2 de Outubro - Pelo Fim dos Massacres, Campanha pelo Fim da Faxina Étnica, Campanha Contra o Genocídio da Juventude Negra, Cordão da Mentira - Quando vai acabar o Genocídio Popular?, Campanha pelo Fim dos "Autos de Resistência Seguida de Morte", Campanha "Eu pareço suspeito?, iniciativas do MTST, da Rede Extremo Sul, do Luta Popular, do MNPR, do Fórum Centro Vivo, a Frente Estadual de Drogas e DH, Campanha Contra o Extermínio da Juventude etc etc etc PRATICAMENTE TODAS ESSAS ARTICULAÇÕES TINHA PELO MENOS ALGUÉM PRESENTE NESSA REUNIÃO DE 16/10.

- Foi consenso geral a necessidade de pensarmos iniciativas e propostas que visem, concretamente, uma maior e melhor UNIFICAÇÃO dessas diversas inciativas e articulações recentes;

- Indicou-se a necessidade urgente de fortalecermos a nossa REDE DE SOLIDARIEDADE, DENÚNCIAS E PROTEÇÃO MÚTUA; Algumas dos indicativos concretos tirados foi a incorporação dos e-mails da reunião ao E-group contraogenocidio@googlegroups.com e às listas já criadas no Facebook. Constatou-se que, em alguma medida, todos nós estamos de alguma maneira ameaçados - uns mais do que outros, pelo grau de enfrentamento, pela cor, pela classe e quebrada onde vive;

- Ressaltou-se a gravidade extrema da situação atual no Extremo Sul, Extremo Leste e região de Osasco em SP; bem como a situação gravíssima da Baixada Santista, com destaque especial para o Morro do São Bento em Santos, Zona Noroeste de Santos-São Vicente e a região de Vicente de Carvalho no Guarujá;

- Ressaltou-se a vulnerabilidade dos Jovens, em especial, inclusive no cotidiano à luz do dia, e na volta de atividades culturais e de entretenimento (como os bailes nas quebradas, e a balada);

- Foi proposto que a gente fizesse um esforço coletivo para reunir informações sobre esses diversos casos; foi proposta a possibilidade de nós criarmos coletivamente um Blog e/ou um Mapa do Genocídio;

- Foi ressaltada a necessidade de nós capilarizarmos mais as inciativas de denúncias, protestos e de formação sobre o tema, em especial nas quebradas;

- Foi concenso entre todos os participantes que há a necessidade de retomarmos, cada vez mais, as Ruas na Luta contra o Genocídio; houve divergências, no entanto, sobre o nosso fôlego e o tempo para grandes intervenções; tirou-se o indicativo de todos se esforçarem para, em cada um dos seus espaços, reforçar propostas nessa direção;

- Ressaltou-se o caráter NACIONAL E GENERALIZADO do Genocídio, para além de São Paulo; muito embora a atuação dessa frente esteja situada no estado de São Paulo, uma série de análises apontaram para a gravidade da situação nacional, do modelo de desenvolvimento nacional baseado em forte militarização e criminalização das camadas populares; falou-se muito dos despejos em massa e da militarização decorrente dos grandes projetos e dos megaeventos (lembrou-se a entrada em vigor da Lei Geral da Copa a partir de Dezembro de 2012).

- Várias falas apontaram a importância da gente reforçar, e se possível unificar e nacionalizar, as iniciativas em prol da DESMILITARIZAÇÃO DAS POLÍCIAS E DA POLÍTICA;

- Nesse sentido, foram várias as falas apontando uma espécie de milicialização por parte de diversos grupos militares e paramilitares no estado de São Paulo, uma estratégia que teria sido fortalecida nessas últimas eleições com a eleição de 3 Militares linha-dura para a Câmara Municipal;

- A importância de se tratar criticamente das Leis de Drogas, e aprofundar a discussão sobre a Descriminalização das Drogas;

- A crítica ao Encarceramento em Massa também foi pontuada em diversas intervenções;

- A importância de nos esforçarmos para UNIFICAR OS DIVERSOS TEXTOS, DOCUMENTOS E CARTAS que temos produzidos nas diversas articulações, bem como a maior difusão e até tradução desses documentos / campanhas;

- Todo mundo falou da importância de maior Formação sobre o tema, incluindo o esforço para tentarmos fazer Cartilha e/ou materiais que vão para além da internet e dos meios restritos: que possam ser trabalhados nos metrôs, ônibus, distribuídos na quebrada;

- Foi consenso também a necessidade de, por um lado, fortalecermos mais os nossos meios de comunicação autônomos e críticos; e por outro lado combater os "programas policiais" e o "justiciamento midiático", racista e fascista, que é feito cotidianamente em nossos cérebros; a importância de desconstruir o senso comum que tem pedido mais militarização e repressão;

- Foram relatados a gravidade de alguns casos de ameaças a jornalistas e comunicadores, e reforçou-se a importância de uma Frente específica, política-jurídica, para dar apoio aos jornalistas ameaçados: Carlos Carlos (Bola e Arte), Giva (Tribunal Popular), Lúcia (Comitê Paulista pela Verdade e Rede Brasil Atual), Fábio Nassif (Psol e Carta Maior), Luka (Blogueiras Feministas e ...) foram alguns que se dispuseram a somar nesse front;

- Algumas pessoas apontaram as Audiências Públicas como um espaço importante para pressão, mas outras pessoas levantaram os limites claros desses espaços, estando eles possivelmente esgotados; de todo modo será socializado o calendário das próximas Audiências Públicas já previstas, incluindo uma já prevista para a ALESP (fim de novembro) e o desdobramento da primeira ocorrida, meses atrás, no MPF (chamada pela Defensoria Pública, Mães de Maio, MNDH, Condepe etc) - sinalizada, até segunda ordem, para Dezembro/2012;

- Foi consenso entre todo mundo a importância de atividades político-culturais sobre a temática, com envolvimento cada vez maior dos coletivos de cultura popular e periférica da cidade; algumas pessoas falaram da importância de atos-shows, porém isso não foi consenso, pois muitas intervenções criticaram o grau de compromisso e consequência de alguns artistas;

- Foi consenso também a preocupação com a "Espetacularização da tragédia" e de um tema tão delicado: a crítica a este tipo de postura foi consensual;

- Várias falas ressaltaram a importância de nós não perdermos de vista o LONGO PRAZO, buscando estratégias que dêem melhor conta de uma efetiva retomada de um trabalho de base mais profundo que dê maiores e melhores resultados efetivos na resistência contra o Genocídio.

- Ressaltou-se a importância de nós levarmos esses diversos indicativos, na medida do possível, para cada um de nossos movimentos, inciaitivas e demais articulações com finalidade semelhante. Do mesmo modo, o esforço pra SOCIALIZARMOS UM CALENDÁRIO DE FORMA UNIFICADA:


AGENDA DAS PRÓXIMAS REUNIÕES/ATIVIDADES JÁ MARCADAS (aberta a todos pra complementação):

NESTA QUINTA 25/10, às 19hs - REUNIÃO DO COMITÊ CONTRA O GENOCÍDIO DA POPULAÇÃO NEGRA, NO SINDICATO DOS ADVOGADOS

NESTE SÁBADO 27/10 - Atividade de Mobilização da Campanha Contra o Genocídio da região Leste (complementar com endereço e horário preciso)

TERÇA 30/10, às 19hs - PRÓXIMA REUNIÃO DESTA "FRENTE UNIFICADA" CONTRA O GENOCÍDIO PRETO, POBRE E PERIFÉRICO, NO SINDICATO DOS ADVOGADOS

31/10, às 18hs - REUNIÃO DA CAMPANHA CONTRA O GENOCÍDIO DA JUVENTUDE NEGRA, NA AÇÃO EDUCATIVA

NOVEMBRO - A IMPORTÂNCIA DE UMA PRESENÇA FORTE DOS MOVIMENTOS DE SP NA BAIXADA SANTISTA, EM ATIVIDADE CONTRA A SITUAÇÃO GRAVÍSSIMA POR LÁ



GRUPOS E COMUNIDADES JÁ CRIADAS NO FACEBOOK (aberto à complementação tb):

POR INICIATIVA DE AMIGOS E DA COMUNIDADE DO CAMPO LIMPO / CAPÃO FOI CRIADO ESTE GRUPO NO FACEBOOK, QUE SE SOMA AOS DEMAIS JÁ EXISTENTES:

MOBILIZAÇÃO CONTRA OS GENOCÍDIOS NA PERIFERIA: https://www.facebook.com/groups/207057746093314/

ESTA INICIATIVA DO PESSOAL DO CAMPO LIMPO SE SOMA A OUTRAS JÁ EXISTENTES E IMPORTANTES NO FACEBOOK:

COMITÊ CONTRA O GENOCÍDIO DA POPULAÇÃO NEGRA: http://www.facebook.com/ContraoGenocidio

CAMPANHA CONTRA O GENOCÍDIO DA JUVENTUDE NEGRA: http://www.facebook.com/campanhacontra.genocidiodajuventudenegra

A PERIFERIA NÃO QUER MAIS MORTES E CHACINAS - http://www.facebook.com/groups/338281432915411/

MÃES DE MAIO - http://www.facebook.com/groups/maesdemaio

 forumhiphopeopoderpublico.blogspot.com


Memória da Convocatória da Reunião do dia 17/10:

http://www.facebook.com/maes.demaio?ref=hl#!/photo.php?fbid=195238260611882&set=pb.173936532742055.-2207520000.1351077109&type=3&theater

COMPAS DE TODOS MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA NEGRA, POPULAR E PERIFÉRICA DE SP:
...

ao Comitê Contra o Genocídio da População Negra de SP,
à Rede 2 de Outubro - Pelo Fim dos Massacres,
ao Cordão da Mentira - Quando vai acabar o Genocídio Popular?,
à Campanha Contra o Genocídio da Juventude Negra,
à Campanha Contra a Faxina Étnica e Círculos Palmarinos,
ao Tribunal Popular: o Estado Brasileiro no Banco dos Réus,
à Campanha "Eu pareço suspeito?",
à Pastoral Carcerária,
à Rede de Comunidades do Extremo Sul,
ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST-SP),
ao Movimento Luta Popular,
ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST-SP),
ao Movimento Nacional da População de Rua (MNPR-SP),
ao Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável (MNCR-SP)
ao Levante Popular da Juventude,
ao Movimento Negro Unificado (MNU-SP),
UNEAFRO-Brasil,
Círculo Palmarino,
a Marcha Mundial das Mulheres (MMM-SP)
ao Movimento dos Trabalhadores de Cultura (MTC),
ao Fórum Centro Vivo e todos movimentos sem-teto e de resistência no Centro,
aos Coletivos de Comunicação Independente e Popular,
à Defensoria Pública de SP e aos Coletivos de Juristas Críticos de SP,
às Organizações de Direitos Humanos realmente comprometidas com a Vida,
às Posses de Hip-Hop de São Paulo,
aos Saraus Periféricos,
a todos os demais Movimentos e Iniciativas Populares de Resistência ao Genocídio Pobre, Preto e Periférico:

FRENTE AOS ACONTECIMENTOS DESTE ÚLTIMO FINAL DE SEMANA(12-14/10/2012), NOVAS CHACINAS POPULARES NA BAIXADA SANTISTA, NO EXTREMO SUL E NO EXTREMO LESTE DA GRANDE SP, NÓS CONVIDAMOS A TOD@S PARA UMA REUNIÃO EMERGENCIAL NESTA TERÇA-FEIRA (16/10), ÀS 18:30hs, NO SINDICATO DOS ADVOGADOS DE SP (na Rua da Abolição, 167 - Bela Vista, próximo aos metrôs Anhangabaú e República).

A IDEIA É PENSARMOS COLETIVA E CONCRETAMENTE 2 COISAS EMERGENCIAIS:

- O QUÊ PODEMOS E DEVEMOS FAZER JUNT@S IMEDIATAMENTE FRENTE À INTENSIFICAÇÃO DO GENOCÍDIO EM SÃO PAULO?!

- COMO UNIFICAR MAIS E MELHOR AS DIVERSAS INICIATIVAS CONTRA O GENOCÍDIO DA JUVENTUDE NEGRA, POBRE E PERIFÉRICA DE SP?

É MUITO IMPORTANTE A PRESENÇA DE TODOS OS MOVIMENTOS, COLETIVOS E AS DIVERSAS ARTICULAÇÕES FEITAS NO ÚLTIMO PERÍODO!

SERÁ MUITO IMPORTANTE TAMBÉM, DENTRO DO POSSÍVEL, A PRESENÇA DE FAMILIARES E AMIGosDAS VÍTIMAS, E DEMAIS APOIADORES DE CADA COMUNIDADE ATINGIDA.

PARA DEIXAR BEM FIRMADO: A IDEIA DESTA REUNIÃO SURGIU DOS AMIGOS E DA COMUNIDADE DO INOCOOP CAMPO LIMPO, FRENTE À MAIS UMA CHACINA NA REGIÃO, QUE VITIMOU FATALMENTE O RAPPER DANIEL GABU E O JOVEM PEDRO, E FERIU OUTRAS PESSOAS (EM ESTADO GRAVE). POR INICIATIVA DE AMIGOS E DA COMUNIDADE FOI CRIADO ESTE NOVO GRUPO NO FACEBOOK, QUE SE SOMA AOS DEMAIS JÁ EXISTENTES:

MOBILIZAÇÃO CONTRA OS GENOCÍDIOS NA PERIFERIA: https://www.facebook.com/groups/207057746093314/

ESTA INICIATIVA DO PESSOAL DO CAMPO LIMPO SE SOMA A OUTRAS JÁ EXISTENTES E IMPORTANTES NO FACEBOOK:

COMITÊ CONTRA O GENOCÍDIO DA POPULAÇÃO NEGRA: http://www.facebook.com/ContraoGenocidio

A PERIFERIA NÃO QUER MAIS MORTES E CHACINAS - http://www.facebook.com/groups/338281432915411/

MÃES DE MAIO - http://www.facebook.com/groups/maesdemaio

O IMPORTANTE, NO ENTANTO, É A UNIFICAÇÃO DE TODAS AS FORÇAS, VOZES E ATITUDES POSSÍVEIS FRENTE AO GENOCÍDIO QUE SEGUE MATANDO NOSSO POVO!!!

VAMOS NOS FALANDO... E VAMOS TOD@S NOS ENCONTRAR NESTA TERÇA-FEIRA (16/10)!


FIRMES NA LUTA,


#PAZ NAS PERIFERIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO E DE TODO BRASIL!

Nenhum comentário: