Translate

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Código Thug life

Traduzi o código Thug Life não fielmente porque meu espanhol é zuado, rsrsrs. Mas para todos que fazem o hip hop saber da atitude do Tupac e Mutulu Shakur; Nas cadeias buscaram parar as guerras das gangues americanas e evitar o derramamento de sangue de inocente, Qualquer conhecidencia com as ruas de São Paulo são meras realidade da população urbana do mundo.

Rapper Pirata


Código Thug life

Normas del Code of Thug Life:
Todos los nuevos criminales deben saber: (Todos os integrantes do crime devem saber)
a) Va a ser rico. (Vai ser rico)
b) Va a ir a la carcel. (Vai para cadeia)
c) Va a morir. (Vai morrer)

A los lideres de las Pandillas: (Aos liderres das gangues)
son los responsables de los pagos legales a los miembros de la pandilla; tu palabra es tu obligacion. (Os lideres são responsáveis ao pagamentos a advogados e aos menbros da gangue; Sua palavras é uma obrigação)

La puta de uno es la puta de todos. (As putas são de todos)
Las putas ahora son como una enfermedad;(As putas agora são como uma doença) tarde o temprano todos las agarramos; (Todos pegam) y ellos tambien. (E eles também)

El lider de la pandilla y el grupo deben elegir a un diplomatico, (O lider e os membros da gangue dem eleger um diplomático) el cual debera trabajar en terminar las disputas. (Qual irá trabalhar para acabar com as disputas) En la union esta la fuerza!. (Na união está a força)

Robar coches en los barrios va contra el Code of Thug Life. (Roubar carros nos bairros vai contra ao código Thug Life)

Vender drogas a los niños va contra el Code of Thug Life. (Vender drogas para crianças vai contra código Thug Life)

Mantener relaciones sexuales drogado va contra el Code of Thug Life. (Manter relação sexual com drogado vai contra código Thug Life)

No vender drogas en las escuelas. (Não vender drogas nas escolas)

Desde que la puta de Nicky Barnes abrio su boca; irse de putas esta bien visto. Nosotros no estamos de acuerdo.

Los gatos de la policia, fuera. (Os tiras e gansos fora)

La policia nunca corre; Nosotros lo hacemos. Controla el barrio, y hazlo seguro para los demas. (Nós que controlamos os bairros para segurança dos moradores)

No vender drogas a las hermanas embarazadas. Es matar al niño, es un genocidio! (Não vender drogas para irmãs grávidas , vai matar a criança e isso é genocídio )

Conoce tu objetivo, quien es realmente el enemigo. (Saber o seu objetivo e quem é realmente o seu inimigo)

Los civiles no son un objetivo y seran dispersados. (Os civis não são o objetivo e serão dispersados)

Pegar a un niño no se perdonara. (Pegar uma criança não se perdoa)

Atacar la casa de alguien donde se sabe que vive su familia, debe ser cambiado o detenido.

La brutalidad sin sentido y las violaciones deben parar. (A brutalidade sem sentido e as violações devem parar.)

No debemos insultar a las personas mayores. (Não devemos insultar as pessoas mais velhas)

Respeta a tus hermanas. Respeta a tus hermanos. (Respeitar suas irmãs e irmãos)

Las hermanas han de ser respetadas si se respetan a ellas mismas. (As irmãs tem que ser respeitadas, se elas respeitam a si própria.)

Las disputas militares sobre areas de negocio en la Comunidad deben ser tratadas profesionalmente y no en el barrio. (As disputas militares sobre as áreas de negócios na Comunidade devem ser tratadas profissionalmente e não no bairro.)

Ningun tiroreo en las fiestas. (Nenhum tiroteio nas festas)

Conciertos y fiestas son territorios neutrales; ningun tiroteo. (Shows e festas são território neutros, não pode haver tiroteio.)

Conoce el Code of Thug Life; es para todos. (Conhecer o código Thug Life é para todos)

Se un apoyo. Se leal al Code of Thug Life. (Se um apoio. Ser leal ao código Thug Life)

Protejete a ti mismo todo el tiempo… (Proteja a você mesmo a todo tempo)

Sobre textos livros sobre hip hop na net.


Rapper Pirata

Tem umas paradas que uns escrevem sobre o hip hop que soa como ruins.
Loco! Esse papo que o hip hop mudou e agora misturou com elementos brasileiros é zuado. Porra! Todas as canções de rap sempre teve Tim Maia, samba entre outras coisas. O sampler que utilizamos, e fomos chamados de ladrão de música, é a mistura de todas as formas de música para criar uma nova. Você ouvindo rap faz uma viagem do folk até a opera, coisas que outros estilos musicais estão aprendendo a usar. Nós temos o lance da criatividade a cada música que fazemos, se uns preferem copiar, nós resolvemos inovar. Agora acho que o lance aqui não vira como muitos querem, porque a base do rap é preta e vem da periferia. E as mídias não estão em nossas mãos, Porra! Somos nós que musicamos a vida urbana de forma que ela é... Sem ignorar uma pá de coisas. Cansa ler esses textos que ficam desclassificando a arte do outro, somente para dizerem que entendem para caraio de hip hop. A base do rap é rua e é isso. A revolução política aqui foi oferecer a auto estima a todos nós.
Agora peceba que a indústria musical não investe em novas formas musicais, somente quando elas se solidificam, por isso que faz um 50 anos que cantamos Roberto Carlos, Frenéticas entre outros. Nada contra esses artistas , mas a indústria investe assim na busca do lucro certo, sem ter trabalho de divulgar e investir na cultura brasileira. Então nos oferecem o lance da independência sem autonomia, porque ficamos barrados em informações técnicas e falta de grana, como logísticas, publicidade, mídia entre outras coisas. Por que quem faz rap sempre será guerreiro(a) mesmo com toda essa tecnologia, que hoje faz a gente criar nossas bases, antes usávamos os vinis dos gringos. Tá ai o aumento criativo.
Mas foda-se tudo, o importante que quando alguém faz um rap, dança break, graffita ou risca um disco, está usando a liberdade que o hip hop o oferece, eliminando os preconceitos enraizados em nossos sub conscientes que forma uma muro invisível.

Falo! Creio na união dos lideres, porque o hip hop nos fez sermos lideres né, rsrsrs Agora como vamos buscar autonomia que é um problemas cultural do país.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

ADMINISTRAÇÃO DA CIDADE SP ESTÁ CONTRA O HIP HOP IGNORANDO A LEI.

Rapper Pirata

São Paulo. 08 de fevereiro de 2009

A Semana de Hip Hop (lei 14.485 de 2007) é uma obrigação da administração pública do município de São Paulo, onde está no calendário de eventos da cidade de São Paulo. Até ai não é novidade? O Fórum de Hip Hop Municipal de São Paulo ficou o ano de 2009 lutando para ela ser realizada e não foi , tanto que até sua verba foi dotada no orçamento pela ex-vereadora Soninha (ex-PT e agora PPS), verba locada de 100 mil reais na Secretaria de Participação e Parceira, junto as coordenadorias de Juventude e CONE . O que aconteceu, somente serviu de estratégia contábil da prefeitura de São Paulo.
Desde a criação da lei, ex-vereadora Claudete (PT) e sancionada pela ex-prefeita Marta Suplicy (PT), nós do Fórum de Hip Hop Municipal de São Paulo dialogamos e protestamos para que ela seja realizada, só que até agora nada. Sabemos que o senhor Kassab nos bastidores avisou aos seus secretários para não fazer nada em prol do Hip Hop, até ameaçou não fazer a Virada Cultural se houver o hip hop (e nem artistas da periferia). Nós somos os problemas, e não sua administração que de forma criminosa não zela pela lei, porque a Semana de Hip Hop é uma lei. Quem não age como a lei prevê é criminoso? Sem inocência, isso é questionamento para reflexão somente! Vamos ao 'móio'! Não queremos a realização da Semana H2O somente por razão de um evento, é que os impostos tem que ser revertidos em serviços para a população, e cultura é um serviço.
Então nesse ano de 2010 também foi solicitado pela vereadora Juliana Cardoso (PT), projeto lei 636/2009, a dotação (11.14.24.131.2920.8052.3.3.90.39.00) de verba para Semana de Hip Hop 2010, são R$ 100 mil para pela Secretária de Participação e Parceria , e suas Coordenadorias CONE e Juventude a realiza, também para Secretária de Cultura mais R$ 100 mil. Esses somente a farão se o movimento e sociedade se manisfestarem. Lembro que queremos que ela seja realizada como está na lei, o movimento hip hop paulistano e sociedade chamados para criar o projeto e o poder público executar. Não aquele lance de cima para baixo, que as pessoas enviam projetos e seleciona-se algum. Isso pode caber para outras programações, não para Semana de Hip Hop que privilegia a construção coletiva.
Então peço a você leitor de fazer circular essa informação na net, imprima esse texto ou escreva um, cole no colégio, postes mercado, boca, universidade seja lá onde for. Aproveite o computador e manda um email exigido a semana para o Kassab e aos vereadores.
Um detalhe! a Semana de Hip Hop tem que ser realizada na semana de dia 21 de Março, dia internacional contra o racismo. O que essa administra me faz pensar? Quando ela vai lutando contra e não realiza por falta de sensibilidade e atualidade no pensamento político-administrativo?
Agora Kassab não vai fazer essas verbas virar especulação política.
Outra lace importante; Obrigado mulheres por terem a sensibilidade política referente o movimento hip hop, porque somente vocês fazem o que se deve ser feito na política, agir.