Translate

domingo, 1 de março de 2009

COLEM NO FÓRUM HIP HOP MUNICIPAL DE SÃO PAULO!

VENHAM! FAZER O HIP HOP SER RESPEITADO, SEJA VOCÊ MC, DJ, GRAFITEIRO(A), BREAK, PRODUTOR, ESTUDANTE, SIMPATIZANTE E OU SOMENTE OUVINTE DE RAP. A PARADA É NOSSA.

Local Ação Educativa data 27/02/2009 horário: 18:00

Endereço:
Rua General Jardim 660 - Vila Buarque
Cep: 01223-010 - São Paulo - SP
Fone: 11 3151-2333


EXIGIMOS A SEMANA DE HIP HOP 2009.

Rapper Pirata http://www.myspace.com/rapperpirata

Nós do Fórum Hip Hop Municipal de São Paulo exigimos que a administração da cidade e a Coordenadoria de Juventude realize a Semana de Hip Hop de 2009, lei aprovada e orçada em R$ 100.000,00 para este ano, no dia 18/12/2008, na Secretária de Participação e Parceria, empenho 1944, pela vereadora Soninha.
A Semana de Hip Hop tem que ser executada na semana do dia 21 de março , data da luta contra o racismo mundial. Deste da criação da lei, foram as ações do fórum na parceria com outros segmentos sociais que tem realizado a Semana na cidade, que é a capital do hip hop nacional. Mas ela é ignorada por agentes públicos, porque as questões que o hip hop aborda não interessa ao poder executivo municipal, que deveria te las como algo natural, porquê são as promessas das campanhas desses partidos para o desenvolvimento da metrópole; A que geograficamente está em todas as 21 subprefeituras e não somente nos bairros que concentram a classe média alta.
Na lei se exige que a semana seja realizada em todas as escolas municipais e nos bairros paulistanos. Os que continuam esquecidos e somente lembrados quando se têm que pagar impostos como IPTU. Locais que o transporte público, dito pela prefeitura como uma questão de honra na luta da despoluição da cidade, mas parece que somente busca humilhar a população pelas empresas que lucram como os ônibus, porque não há lugares para acomodar-se sem falar do custo.
Nesses bairros o entretenimento e a cultura é um diferencial, sem citar outras questões negadas a todos, porque o alcance das tais politicas públicas dos jovens, crianças, deficientes, mulheres, idosos resumo da população não tem alcance a todos; Nesse local chamado periferia, que tornou-se slogan para muitos, mas as questões de moradia ainda é precária. Tanto que o maior empreendimento público da administração é oferecer cinco mil reais a moradores, assim fazem sua politica de higienização, expulsando-os, negando o direito de serem paulistanos, mandam-os embora para seus estados de origem, a velha mania de colocar o problema da cidade no outro. É não dá para esquecer, que um dos parceiros da prefeitura disse que o problema da educação ruim de São Paulo é porque tem alunos nordestinos na escola pública.
Então como o hip hop que criado por pessoas exclusas da sociedade e tem sempre em suas artes dos quatros elementos a revindicação dos direitos negados a nós todos paulistanos. Um desses direitos negados se manifesta na negação de um diálogo com coordenador de Juventude, que nega responder o requerimento para realização da Semana de Hip Hop 2009, que enviamos e até agora não nos respondeu. Infelizmente para alguns gestores de secretárias e equipamentos públicos crêem que as pessoas conscientes são veiculadas a partidos, ou são seres que somente querem fazer badernas, eles sempre se negam dialogar conosco, um principio do Fórum Hip Hop Municipal de São Paulo.

http://www.myspace.com/rapperpirata

Nenhum comentário: